segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Deixe-me ser o seu porto seguro...

Ela segurou minhas mãos
E disse que eu poderia contar
Que era hora de deixar que ela fosse o meu porto seguro
“Vem comigo...”
Titubeei, não quis acreditar
Tive medo...
Nunca tinha amado antes
Ela me deu um beijo e pediu que eu confiasse
Desarmou as minhas defesas
Eu disse, por fim: “Então, estou entregue”

********************************

Há um super contexto atrás desse poeminha, hehehe.
Mas só ele basta por hoje.

=) =) Boa semana!!! =) =)

2 comentários:

Latinha disse...

Oopa! Então tomara que seja uma "super" coisa boa! Ficamos na torcida!

Abração!

The Secret disse...

Aguardo...
Beijos
Sorte ae